Blog da Priscilla

30 de ago de 2016

A importância de lavar as mãos das crianças

| | Nenhum comentário
higiene das mãos


Você sabia que boa parte das doenças infantis pode ser evitada lavando as mãos? Desde criança ouço da minha mãe sobre a quantidade de germes que levamos à boca quando deixamos de nos higienizar. Rotavirus, hepatite A, gastroenterite e gripe são algumas das enfermidades que qualquer pessoa pode adquirir se não limpar bem as mãos. Quem possui bebê em casa deve ter atenção redobrada, porque eles podem ser contaminados e pegar de conjuntivite até bronquiolite. Além de tudo isso, a falta de higiene também causa verme e, consequentemente, outros problemas relacionados ao sistema digestivo que podem acarretar anemia e desnutrição.

Um simples hábito pode mudar esse cenário pavoroso que comentei acima. Educar as crianças desde que são bem novinhas a chegarem em uma torneira e ensaboar seus dedinhos e mãozinhas, pode evitar muitos danos. Lavas as mãos deve ser um ato corriqueiro tanto quanto escovar os dentes, beber água e escovar os cabelos. A repetição e o exemplo vindo dos adultos fará com que elas naturalmente busquem ficar limpas. Se você já se cuida assim, que tal repassar essa informação a outra pessoa que pode não saber?

Quanto mais pessoas souberem da importância desse hábito para a saúde das crianças, menos doenças relacionadas à sujeira teremos. Uma empresa que tem trabalhado essa conscientização é a Unilever sob a marca Lifebuoy. Nos dias 30 e 31 de agosto, a fabricante de sabonetes estará nas comunidades Cantagalo e Santa Marta, aqui no Rio de Janeiro, incentivando o hábito de lavar as mãos como medida de prevenção de germes que podem causar doenças. Em parceria com a ONG Love.Fútbol, a marca realizará atividades como teatro e jogo de perguntas e respostas.

A parte mais legal - e que você pode utilizar como exemplo na sua casa - é o uso de elementos lúdicos para explicar sobre a higienização. Os educadores das escolas e líderes das comunidades serão convidados atuar como multiplicadores desse comportamento. Carimbos com tinta, adesivos e jogos podem fixar na cabecinha deles a relevância de se cuidar. Serão 21 dias de ação - tempo suficiente para o hábito ser construído e se manter na lembrança dos pequenos. Essa iniciativa faz parte da campanha "Conectados Pela Cidade", da Unilever, que visa impactar positivamente metrópoles ao redor do mundo.



Ou seja, se cada um fizer a sua parte mais e mais pessoas poderão se tornar multiplicadores dessa informação. Se você mora em condomínio, vila, comunidade ou ainda se faz parte da vivência escolar do seu filho, repasse essas dicas de higiene para que também se tornem ações em outros locais. Eu tenho mania de lavar as mãos. Lavo por qualquer coisa que eu ache necessário, não apenas quando chego da rua. Até na pia da minha cozinha tem sabonete para que as mãos possam ficar limpar e não ter risco de contaminar alimentos.  O Ivan já vem sendo educado a lavar a mão constantemente também - ainda mais porque ele engatinhando vive com a mão no chão.

Veja abaixo 5 passos para deixar as mãos dos seus filhos e as suas limpinhas:

1- Molhe as mãos com água
2- Ensaboe com sabonete
3- Esfregue as mãos por 15 segundos (inclusive entre os dedos e o dorso da mão)
4- Enxague com água corrente
5- Seque as mãos com uma toalha limpa

Tem uma musiquinha que canto para o Ivan quando vamos lavar a mão, que eu ouvia quando criança. Quem é das antigas conhece a canção do Rá-Tim-Bum! Aprenda e ensine as crianças de maneira divertida!





26 de ago de 2016

Introdução alimentar do Ivan

| | Nenhum comentário
Blog da Priscilla


Um dos assuntos que mais trazem preocupação às mães e aos pais é a questão da introdução alimentar. "Será que ele vai aceitar o que eu fizer? Será que estou preparando da maneira correta? O que pode e o que não pode oferecer?" - são essas algumas das questões mais frequentes. Quando comecei a introdução alimentar do Ivan eu não esperava que ela fosse tranquila, mas ele me surpreendeu. Eu sabia que começaria por papinha - apesar de várias mães dizerem que era melhor dar o alimento em pedaços como no método Baby-led Weaning(BLW) - ou desmame guiado pelo bebê.

Aqui em casa funcionou o meu sexto sentido ou o método "quem sabe sou eu"(QSSE).Isso porque Ivan não tinha dentes e sempre foi muito guloso, eu sabia que ele iria enfiar tudo na goela de uma vez só. E não deu outra, quando dei o alimento em pedaços ele enfiou tudo feito um hamster. Bom, o relato da introdução alimentar vem para ajudar algumas mães que não sabem por onde começar e estão sobrecarregadas de tantas informações na internet. Meu conselho é: vai com calma, obedeça seus instintos e dê o exemplo.

É muito importante que seu filho veja que você come o que ele também deve comer. De que forma ele se sentirá estimulado? Eu como na frente do Ivan e ele fica salivando querendo um pouco. É nessa hora que ofereço o alimento da maneira que ele pode comer. Exemplo: como salada, dou cenoura cozida ao invés de crua (a que eu como). Se estou almoçando arroz e feijão, dou para ele também. E foi assim que comecei a conseguir que ele comesse de tudo.

Introdução alimentar


Quando iniciei a introdução alimentar do Ivan ele vinha de um período de constipação e pouco ganho de peso, apesar de mamar exclusivamente no peito em livre demanda. Logo, o primeiro alimento a ser oferecido a ele foi mamão. Não deu outra, ele avacuou horas depois. Ele gostou muito de mamão e cada colherada eu fazia "hummm" e comia um pouco também. Na sequencia dos dias foram oferecidas outras frutas como maçã raspada (ele não gostou), pêra raspada (não gostou) e banana (amou). Como estratégia, passei a cozinhar a maçã e pêra no vapor e assim ele ama e come tudo! Aos poucos venho diminuindo o tempo de cozimento para que ele passe a se acostumar com a textura raspada.

Apesar dele comer bem e mamar bem, ele não ganha peso com facilidade - genética por pai e mãe e gasto calórico acelerado. Então passei a colocar um pouquinho de suco de laranja e uma colherinha de farinha de arroz junto à maçã ou pêra. NOTA IMPORTANTE: não dou farinha de arroz industrializada, com açúcar e conservantes. Compro em casas de produtos naturais aquela pura, sem cor ou cheiro. 

Até hoje, Ivan já come as seguintes frutas (em papa, suco ou pedaço): mamão formosa e mamão papaia, maçã, pêra, ameixa vermelha, ameixa preta (inclusive a seca), banana, manga palmer, abacate, morango, kiwi, laranja lima, melancia, melão, açaí e abacate. Já ouvi que não se deve dar suco de frutas para crianças com menos de um ano, por causa da quantidade de sacarose (açúcar natural da fruta). Mas eu dou, ok? Em pouca quantidade, para misturar na fruta que receberá farinha de arroz. Se você não quiser dar, ótimo.

Nos salgados, a introdução também foi no esquema primeiro a papinha, depois os pedaços. Eu precisava que Ivan ganhasse peso, então fazia ele comer a quantidade mínima de papinha para depois oferecer em pedaços. Comecei oferecendo separadamente batata, cenoura e brócolis. Por que separadamente: acho importante ele conhecer os sabores de cada um, para identificar o que ele gosta ou não e até identificar uma possível alergia alimentar. 

Primeiro comecei dando três opções de legumes. Aos sete meses incluí uma proteína e ele passou a jantar. Aos oito meses incluí uma porção de  arroz e uma porção de leguminosa. Hoje em dia o prato do almoço do Ivan obedece o seguinte critério: uma porção de legume verde, uma porção de legume colorido, uma porção de tubérculo, uma porção de proteína, uma porção de arroz e uma porção de leguminosa. Dessa forma fica completo e bem nutritivo.

♦Grupo dos tubérculos: fonte energia e vitaminas do complexo B;
♦ Grupo das hortaliças verdes: fonte de cálcio, magnésio, ferro, vitaminas do complexo B e fibras;
♦Grupo das hortaliças coloridas: fonte de vitamina C e antioxidantes;
♦ Grupo das proteínas: fonte de proteínas, lipídeos, ferro e zinco;
♦ Grupo das leguminosas: fonte de fibras, ferro, ácido fólico;
♦Grupo do arroz: fonte de energia e vitaminas do complexo B. Esse grupo é muito parecido com o grupo dos tubérculos, por isso, para preparar a papinha pode-se colocar apenas uma das opções.

introdução alimentar como fazer

Ivan já comeu: batata, batata baroa, batata doce, inhame, mandioca (única que ele não gostou); chuchu, abobrinha, brócolis, espinafre e bertalha (não tá na lista mas ele come); cenoura, abóbora, beterraba, couve-flor; frango (sobrecoxa), carne (músculo), peixe (tilápia) e ovo; feijão preto, feijão carioca, ervilha; arroz branco, arroz integral e macarrão.

Há uma dúvida se vale a pena comprar orgânico para bebês - o que é mais saudável -, mas sabemos que são mais caros e nem todo mundo pode comprar. Se você puder fazer essa escolha, ótimo. Se não, recomendo que higienize muito bem o alimento após comprar. Faça uma solução de 5ml de tintura de iodo para cada um litro de água. Deixe a fruta, legume ou verdura de molho ali por 30 minutos a uma hora - de preferência em recipiente de vidro. Depois lave. Essa solução ajuda a diminuir ou até eliminar a quantidade de agrotóxico no alimento sem fazer ele perder o gosto, cor e textura. Aqui no Brasil a quantidade de químicos nos itens de hortifruti é altíssima. Veja abaixo a lista da Anvisa sobre os alimentos com mais agrotóxicos:

alimentos com agrotoxicos



O vídeo acima já está no canal do blog há um tempo. Nele eu conto tudo isso sobre como montar o prato. Já no vídeo abaixo eu mostro na prática como é montado o prato. Em tempo: Ivan é um guloso, pelo gasto calórico que tem ele sente muita fome.


Muitos pais ficam inseguros em relação ao preparo. Bom, aqui não usamos sal, apenas temperos naturais como cheiro verde, coentro, cebolinha, cebola, e alho. É recomendado que sal só seja incluído na alimentação a partir de um ano, bem como leite e derivados. O açúcar? Bom, o açúcar deve ser evitado o máximo que você puder, mas se deseja oferecer, que seja de um tipo mais saudável - como mascavo ou demerara - a partir de um ano. 

No vídeo abaixo eu mostro como preparar a papinha de carne (uma proteína) de maneira que não leve sal e fique bem saborosa! Aqui também fazemos papinha de frango e peixe (filé tilápia, que é uma opção sem espinhas).


no pratinho do bebe

Por último, mas não menos importante: tenha prazer em cozinhar para seu filho! O amor no preparo é sentido e transmitido! Quando feito com amor fica mais gostoso! Ao oferecer o alimento tenha paciência. Lembre-se que ele está descobrindo esse mundo e que qualquer interferência sua pode atrapalhar o processo. Deixe ele se sujar, sujar o chão e você também! Sabão taí para isso!

Essa é uma fase longa, de idas e vindas. O que ele come hoje pode não comer amanhã, por isso é fundamental ter constância e oferecer repetidamente o alimento. Se ele não gostar de primeira, ofereça mais dez vezes até que tenha certeza. Misture em outros alimentos e veja se dessa forma ele gosta. Se anime ao comprar copos, prato, cadeirão, entre outros acessórios. Tenha prazer em alimentar seu filho! O retorno será bem positivo, acredite!

7 de ago de 2016

Como combater a dengue usando Vim Cloro Gel

| | Nenhum comentário


Em 2015 os dados de saúde pública foram alarmantes em relação ao mosquito Aedes Aegypti: esse pequeno inseto era o responsável por três doenças  - Dengue, Zyka e Cikungunya. Casos de microcefalia, mortes e pessoas que tiveram que ser afastadas do trabalho por não conseguirem se locomover por dores nas articulações foram notícias em todos os jornais e deixou o país inteiro em alerta. A conscientização de evitar focos da larva do mosquito parece não ter sido suficiente, por isso a Vim, marca do famoso cloro gel que nós donas de casa tanto amamos, promoveu ações de combate ao inseto em comunidades aqui do Rio de Janeiro. O mutirão de limpeza ocorreu nos morros Santa Marta e Cantagalo, na zona sul da capital carioca, no dia 30 de julho. 

Apesar de estarmos no inverno, as doenças podem ser adquiridas em qualquer ocasião em que se tenha um foco. O verão é apenas onde ocorre a grande epidemia, mas precisamos estar atentos todo o ano! Por isso a marca ajudou os moradores daquelas regiões a limparem bem os pratinhos, com distribuição de produtos e material informativo para evitar a proliferação do mosquito. O evento contou também com palestras organizadas pela Ong Trata Brasil, que abordou temas como a importância do saneamento e eliminação dos focos de lixo.

A iniciativa faz parte do Plano de Sustentabilidade da Unilever, companhia detentora da marca Vim. A empresa busca melhorar as condições de milhares de pessoas, reduzir a pegada ambiental de seus produtos e ajudar mais de um bilhão de pessoas a tomar medidas para melhorar a saúde e bem-estar.



E como Vim pode ajudar a combater esse mosquito safado? O poder do produto vai além de desinfetar vasos sanitários, clarear pisos e higienizar talheres. A fórmula do produto é capaz de mater todos os tipos de germes, incluse vírus e bactérias.  O produto pode e deve ser utilizado para limpar os pratinhos das plantas, lavar o quintal e tirar o limo das caixas d'água. Para quem não sabe, o produto pode ser utilizado em toda a casa, principalmente no banheiro em que há maior concentração de tipos de germes (você sabia que esse cômodo pode chegar a ter 189 tipos diferentes de germes? Eca!). 


É muito importante limpar bem a casa dentro e fora, porque assim como um germe vira dois milhões em sete horas pelo alto poder de multiplicação, o mosquito da dengue também se reproduz rapidamente e deixa centenas de ovos naquele cantinho úmido que você jura que não tem nada. Até mesmo em superfícies verticais você deve tomar cuidado. A textura em gel do Vim permite que o produto se fixe melhor do que produtos líquidos, então você pode passar, esfregar e deixar lá que o poder do cloro vai fazer efeito por horas. A água sanitária até limpa e higieniza, ajuda a afastar o mosquito, mas como é líquida ela é mais fluída e o efeito passa rápido. Tudo que é mais consistente tende a durar mais, como o gel. 





Isso não é publi, gente. Eu só recebi uma garrafa de Vim, no presskit. As dicas que deixo são verdadeiras de quem usa há anos esse produto em casa. Quem me acompanha no Instagram sabe que lá eu falo dele muitas vezes, que eu estoco garrafas e mais garrafas! Eu tenho pavor só de pensar que podemos ter outro surto de dengue na cidade e mais crianças nascerem com microcefalia. Estou dividindo o que sei, porque a gente sempre quer o melhor do outro. Juntos temos mais força no combate ao mosquito.

Aqui no prédio em que moro eu reparei que muita gente esqueceu as práticas de combate ao inseto só porque estamos em uma estação tida como mais fria. Isso me deixa bem zangada, porque eu faço a minha parte, mas é preciso que o vizinho também faça, senão o mosquito de lá vem pra cá.

Eu recebi esse presskit, mas as dicas eu compartilho porque quero!

Lembrem-se: evitem que o mosquito se reproduza. Limpem bem a casinha de vocês não apenas por higiene, mas principalmente saúde! 

6 de ago de 2016

Gerador de Mames - Pompom

| | Nenhum comentário


Já tirou uma foto de seu filho e ela parecia sair de um meme? Pois a Pom Pom desenvolveu uma ferramenta para que pais e mães possam criem essas brincadeiras com as imagens.  O “Gerador de Mames” fica hospedado no site da marca e precisa de poucos passos para que você saia com o seu próprio "mame", como é chamado em alusão a maternidade e memes. A marca quer tratar o assunto materno de forma leve, divertida e real, e nada como transformar algumas situações engraçadas do dia a dia em imagens fofas para compartilhar com amigos e familiares.

Para criar o Mame, basta acessar o portal de Pom Pom e escolher a opção Gerador de Mames. Em seguida, é possível completar os espaços com duas frases e selecionar a foto do pequeno(a). Quando finalizada, a imagem fica disponível para download no computador e para ser compartilhada direto no Facebook. Os “mames” podem ser criados a partir de qualquer dispositivo, celular, desktop ou tablet. Recomendo fazerem por computador, porque pelo meu smartphone ele deu alguns probleminhas.

A brincadeira faz parte do novo posicionamento da marca “Ser mãe fica melhor a cada dia”. Com ele, a empresa busca quebrar paradigmas e retratar, de uma forma leve e descontraída, uma maternidade menos idealizada e mais próxima da realidade. 

Fiz o do Ivan e, claro, que mostro para vocês:


Façam o de vocês também!!! A família vai dar boas risadas! E, se puderem imprimam e coloquem no álbum do bebê para quando ele for maior rir também!

Coleção Arraiá - Top Beauty

| | Nenhum comentário


Uma das festas mais tradicionais do Brasil ganhou sua própria coleção de esmaltes! Para homenagear uma das temporadas mais gostosas do ano, a Top Beauty lançou sua coleção de esmaltes Arraiá, com sete cores cremosas e uma cintilante, todas remetendo às delícias juninas.Eu recebi o kit em meados de julho e quem me acompanha pelo Instagram (@blogdapriscilla) e Snapchat (blogdapriscilla) pode ver e conhecer um pouco mais sobre as cores. 

Apesar de estarmos fora da época de quadrilha, as cores são super usadas em qualquer época do ano! Vejam os swatches completos!

Cai cai balão: lilás com fundo roxo
Paçoca: nude
Pula fogueira: vermelho intenso
Maçã do amor: pink com fundo vermelho
Algodão doce: rosa bebê
Correio elegante: rosa antigo nude
Chuva de prata: branco cintilante com fundo furta-cor
Vinho quente: roxo escuro




Uma das cores que mais me chamou a atenção nessa coleção foi o Cai Cai Balão, que tem uma pegada meio lavanda. Parece azul, mas é lilás! Em seguida me apaixonei pelos tons mais claros e nude como o Paçoca e Correio Elegante. O Vinho Quente também é a cor para o inverno e eu adorei que não foi uma coleção de tons sóbrios para essa estação. Primeiro, porque por aqui no Rio de Janeiro mal temos inverno frio de verdade. O sol existe em todas as estações e pede tons claros também. Segundo, porque festa junina é algo de cores vibrantes e a marca acertou em cheio com o Pula Fogueira e Maçã do Amor, além do Algodão Doce que me remeteu às mocinhas caipiras. Já o Chuva de Prata é para aquelas que preferem um tom mais branquinho nas unhas, sem perder a graça de ter um brilho.

A Top Beauty tem se saído muito bem nos investimentos nos vidrinhos, porque uma camada tem cobrido muito bem, passo duas apenas por hábito. Apenas o Chuva de Prata que passei duas bem carregadinhas para ficar bonito. Falando em inovações, recebi junto com a coleção duas cartelas de película da marca, além do Easy Tape (aquela colinha que passa em volta da unha para facilitar a limpeza). O Easy Tape não está nesse post, mas vai ganhar vídeo tutorial mostrando como funciona. Fiquem de olho no canal do blog.


Também recebi três vidros de glitter da empresa - que pra mim é a que melhor sabe fazer glitter nacional. Recebi o Fiesta de Gala, Shockwave e Charlie Chaplin. Todos eles estão com uma camada e por cima do Chuva de Prata. Muito perfeitinho o formato hexagonal, não é?



Já postei algumas cores que usei no Instagram. Clique nos nomes abaixo para ver como eles ficaram nas minhas unhas (que estão curtinhas para poder cuidar melhor do Ivan):


Todos os produtos que mostrei e falei estão à venda em perfumarias de todo o Brasil! 



Anarriê!