janeiro 23, 2017

Carrinho Burigotto AT6

resenha carrinho burigotto

Já estou há bastante tempo querendo fazer o review desse carrinho do Ivan, mas sempre esquecia. Sei que ele é um modelo que as pessoas pouco buscam quando pensam no primeiro carrinho de bebê para o filho. Geralmente procuram com três rodas, que tá na moda, ou algo menor. Quando comprei esse ouvi os conselhos de pais mais experientes de que esse carrinho funciona também como bercinho e pode ficar ao lado da cama da mãe nos primeiros três meses.

Para isso, é necessário comprar um protetor que torna o carrinho mais acolchoado e fecha na frente, impedindo que os bebês caiam. Li relatos de recém nascido que se mexia muito e caiu por aquela fresta, então todo cuidado é pouco, por menor que seja o seu bebê e você ache que ele não vá virar. O Burigotto AT6 possui três posições para o bebê se acomodar - reto, inclinado e deitado. Até os seis meses você usará mais ele inclinado ou deitado. Retinho mesmo é melhor para bebê que já senta sozinho sem apoio.

As rodas giram muito bem e não tenho problema com o calçamento, exceto quando o chão tá muito quebrado que a criança se sacode toda. Se você mora em região com piso ruim é bom então ver um carrinho com suspensão. Em relação aos acessórios, ele vem com apoio para garrafinha ou mamadeira, bandeja para apoio de copos e outros objetos e o cesto abaixo que suporta a bolsa do bebê. 

A capota tem tela para que você, de cima, observe seu filho.A alça tanto fica na posição atrás do bebê, como muda para que você fique de frente para ele. Ele também aceita o bebê conforto do mesmo modelo da Burigotto. Pesquise no site da fabricante para ver se o modelo que você tem encaixa direitinho. O bebê conforto que usamo não era do mesmo modelo do carrinho, mas semelhante e encaixa certinho.

O lado bem favorável desse produto é que ele pode ser fechado com uma mão só e aberto da mesma maneira. Ou seja, se você tiver com seu filho no colo, pode abrir e fechar ele see precisar de ajuda - algo que outros modelos mais modernos não permitem (já vi mãe na rua passar perrengue tentando montar o carrinho "foderoso" porque ele precisava de mil paranauês).

A parte ruim é que ele é bem grande e ocupa todo nosso porta mala, além de não ter um design atraente em tempos de carrinhos com três rodas e cores mais alegres. 

Fiz um vídeo mostrando os detalhes desse carrinho.


Não esqueça de se inscrever no canal do blog no Youtube!
Priscilla
Priscilla

Mãe, esposa, jornalista e dona de casa. Adora cuidar do lar, de música e gatos. Aquela dos olhos coloridos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog da Priscilla/Garota de Escorpião existe desde 2010. Tecnologia do Blogger.