maio 21, 2010

Deixe que a saudade venha

"Deixe que a saudade venha" - Foi essa a frase que abriu minha semana.


Uma oportunidade na vida de escolher ou não reviver um tempo que foi uma das melhores coisas que já aconteceram. Como num impulso peguei essa oportunidade e fiz dela meu projeto pra 2010. Talvez eu não tivesse a dimensão do quanto isso afetaria a mim mesma, como me faria crescer mais ainda como pessoa e como me faria ver o quanto cresci de lá pra cá.

Uma nostalgia foi batendo a cada página lida, a cada foto revirada, a cada nova conversa que acontecia, a cada música que tocava. E em todos os momentos eu podia ouvir a frase soando no meu ouvido: "Deixe que a saudade venha". Saudade de que? Quem? Precisava de explicações. Eu sentia saudade de um tempo, mas não sabia dizer ao certo de que.

Me alimentando de acontecimentos passados e tendo que digeri-los novamente não tem o mesmo gosto! Tudo vejo de uma nova perspectiva, um novo entendimento. Ah, se eu soubesse antes tudo o que sei hoje!  Fui recebendo todas as informações novamente, vendo a realidade novamente passar por meus olhos e dessa vez sem poder alterar nada do curso dela.

"Deixe que a saudade venha" - e só me resta sentir mesmo. Por incrível que pareça, reviver aquilo me fez também sentir coisas que eu sentia antes, mas de uma forma bem diferente, mais madura.

Deixei a saudade vir, deixei o sentimento fluir e minha criatividade foi longe. Uma paz tomou conta de mim e eu não sabia dizer como nem porque. Acredito estar falando de uma história sem final, como ficar em paz com uma incógnita? Mas estranhamente tudo de bom veio e, ao contrário de muitos, eu pude voltar ao passado. Não mudei a história ou o curso dela, mas pude reviver fatos, pessoas, frases, lágrimas e sentimentos.

A saudade veio, mas como sempre uma hora ela vai. A realidade é o que fica. Se hoje eu sou quem sou, devo a essa saudade, que me fez uma pessoa melhor, mais entendida e compreensível. Acredito em karma e sei, que de algum modo essa saudade eu levarei sempre comigo e permito que ela chegue quantas vezes quiser e da forma que quiser. Eu sei que uma hora ela vai embora de novo, como em tantas outras vezes fez.

Há quem diga que reviver passado é atraso de vida, no meu caso foi um adianto. Parar e analisar erros e acertos da vida, poder de alguma forma consertar algo que, talvez, em outro tempo tenha sido errado e você nem percebeu, é para poucas pessoas. E poucas pessoas sabem lidar com o passado.

"Deixe que a saudade venha" - é só isso que ouço minha consciência dizer. Junto com ela vem milhões de outras coisas e todas elas, hoje, só me fazem ser uma pessoa melhor.

Um brinde, amigos, a saudade que vem, que invade o corpo, que abraça a alma.
Saibamos receber bem todos os sinais que ela tem a nos dizer.
Priscilla
Priscilla

Mãe, esposa, jornalista e dona de casa. Adora cuidar do lar, de música e gatos. Aquela dos olhos coloridos.

Um comentário:

  1. Pri, vc que escreveu o texto?
    Vc escreve bem...
    Vai ser uma ótima jornalista! rs
    bjs

    ResponderExcluir

Blog da Priscilla/Garota de Escorpião existe desde 2010. Tecnologia do Blogger.